Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba

Investigador criminal Klaus Cruz de Lima é promovido ‘post mortem’

Investigador criminal Klaus Cruz de Lima é promovido ‘post mortem’

Mais uma das lutas da Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba - ASPOL/PB trouxe conquista para os familiares do policial civil, Klaus Cruz de Lima, morto em janeiro de 2017, dentro da 15ª Delegacia de Patos, no Sertão do Estado.

O governo do Estado promoveu o investigador criminal, de forma ‘post mortem’, ao cargo de 1ª Classe de agente de investigação da Polícia Civil da Paraíba. O ato foi publicado na edição deste sábado (15) do Diário Oficial do Estado.

Klaus estava trabalhando quando um preso conseguiu ter acesso à arma do delegado e efetuou disparos contra o investigador, que não resistiu e morreu. Desde a data do crime, A ASPOL/PB realizou campanhas e pediu a promoção do policial assassinado.

 “A ASPOL de forma incansável trabalha para os servidores ativos e inativos. Fez ato público e discutiu durante esses quase 2 anos a omissão na promoção de colega Klaus, falecido em jan. 2017.  Apesar da demora, enfim foi assegurada à família a direito do servidor falecido durante a atividade policial. De qualquer forma, estamos otimistas que todos os obstáculos que se colocavam diante dos pleitos da categoria investigativa, que visam apenas respeitar e valorizar o policial, foram quebrados”, disse a presidente da ASPOL/PB, Suana Melo.

ASPOL - 15/12/2018