Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba

  

    

ASPOL/PB apresenta proposta de recomposição salarial da Polícia Civil, com sindicatos, COBRAPOL e FEIPOL

ASPOL/PB apresenta proposta de recomposição salarial da Polícia Civil, com sindicatos, COBRAPOL e FEIPOL

Associados de várias regiões do Estado marcaram presença na Assembleia Geral Extraordinária da Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba – ASPOL/PB, realizada na noite desta terça-feira (26), em João Pessoa. O encontro aconteceu na sede da OAB-PB e contou com a participação dos presidentes dos Sindicatos da Polícia Civil dos estados do Pernambuco, Ceará e do Rio Grande do Norte, Áureo Cisneiros, Lucas Oliveira e Nilton Arruda, respectivamente. Áureo Cisneiros ocupa o cargo de presidente da Federação Interestadual dos Trabalhadores Policiais Civis da Região Nordeste – FEIPOL/NE e Lucas Oliveira representa, ainda, a Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis – COBRAPOL. O deputado estadual e associado da entidade, Wallber Virgolino, também prestigiou o evento, ratificando apoio à categoria.

A presidente da ASPOL/PB, Suana Melo, apresentou o andamento das ações judiciais da entidade e os dados da pesquisa de satisfação realizada com os associados, como forma de avaliar as estratégias de trabalho da Associação, demonstrando que 97% confia no trabalho da diretoria e na associação. A diretoria informou as pautas das reuniões realizadas com o delegado geral da Polícia Civil, no dia 14 de janeiro, e com o secretário de Segurança do Estado, na última segunda-feira (25). Na ocasião, os participantes deliberaram pela continuidade da defesa de equiparação de vencimento e risco de vida, para todas as categorias, juntamente com a implementação do subsídio.

 

O presidente do SINPOL/RN, Nilton Arruda, falou da importância da valorização da Polícia Civil, através de um trabalho social, mostrando o trabalho da categoria para a segurança pública e para o cidadão, e parabenizou a legitimidade da ASPOL na representação de classe. Durante os debates, o presidente do SINPOL/PE, Áureo Cisneiros, falou da necessidade de resgatar a representatividade sindical da Polícia Civil da Paraíba e da união de toda a categoria para as conquistas dos pleitos, e que não se pode ceder a propostas que não tenha participação da diretoria.

O presidente do SINPOL/CE, Lucas Oliveira, falou sobre a importância da Carreira Única na Policia Civil, defendida pela COBRAPOL, que é uma proposta nacional e que traria uma maior valorização para a categoria. Em slides, ele apresentou novas formas de ingresso na Polícia, que hoje possui um modelo desestimulante para os profissionais da Segurança Pública. Além disso, ele discutiu a Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil e o Projeto do Oficial de Polícia Judiciária (OPJ) do SINPOL/CE, para que a atividade investigativa atue de forma mais significativa na diminuição dos índices de criminalidade no Estado.

“É importante mais do que nunca, a união dos investigadores, para que possamos conquistar vitórias para o que nos valoriza de verdade e não, para aquilo que querem que aceitemos. Esperamos avançar com os nossos pleitos, pois a ASPOL sempre buscou  construir uma Polícia Civil mais harmônica e justa para todos os trabalhadores, diferente de alguns grupos minoritários, cujas práticas sempre foram contra a categoria e contra a ASPOL. Vamos continuar com a nossa luta pelo subsídio, que está previsto na Constituição Federal, a equiparação do Risco de Vida e um Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, de modo a trazer melhorias para todos os profissionais que lutam, diariamente, para oferecer uma segurança pública de qualidade”, disse a presidente Suana Melo, que durante a reunião  deliberou junto à categoria e teve aprovação unânime pela proposta que valorize os policiais, conforme a média nacional.

 

ASPOL - 27/02/2019