Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba

  

    

ASPOL cobra EPI, pagamento de gratificações e assento dos investigadores em Conselho Superior de Polícia

A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba - ASPOL/PB se reuniu na manhã desta quarta-feira (17), com o delegado geral da Polícia Civil, Isaías Gualberto, e equipe técnica da instituição. No encontro, a presidente da ASPOL, Suana Melo, cobrou a disponibilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os policiais que continuam trabalhando durante a pandemia do Coronavírus, a implementação de gratificações que foram solicitadas há mais de um ano e ainda assento da categoria investigativa no Conselho Superior de Polícia Civil, que tem caráter deliberativo e consultivo. Ainda participaram da reunião diretores do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil da Paraíba (SINVPOL).

“Nesse momento de pandemia, reiteramos o pedido de higienização das delegacias em todo o Estado, a fim de evitar proliferação do Coronavírus, como também solicitamos reparos das delegacias que ainda se encontram em situações estruturais inadequadas para o trabalho dos policiais, para a população e salvaguarda dos procedimentos policiais e objetos apreendidos”, disse a presidente, ressaltando que somente a associação doou mais de 3 mil máscaras, além de álcool 70% e luvas para policiais civis do litoral ao sertão.

Os diretores da ASPOL e SINVPOL ainda trataram das pautas encaminhadas desde o início da atual gestão da Polícia Civil, relativas ao aperfeiçoamento da instituição. “Uma delas foi a do pagamento de acumulação de delegacias, pois existem muitos policiais respondendo por mais de uma área, sem receber a respectiva indenização a que têm direito. Segundo foi informado, isso foi solicitado à Secretaria de Administração desde o ano passado, para que seja corrigida essa situação, mas até agora nada”, afirmou Suana. Em relação a problemas na estrutura de delegacias, conforme ofícios e fotos enviados pela ASPOL à Delegacia Geral também no ano passado, o delegado geral informou que as demandas foram encaminhadas ao setor de engenharia da Secretaria da Segurança. 

Suana lembrou a Isaías Gualberto da ausência de reunião do Conselho Superior de Polícia Civil durante o ano de 2019, para apreciar a participação da Categoria Investigativa. “Ainda cobramos publicação das escalas de plantão no Boletim Interno da Polícia Civil, a fim de dar cumprimento à lei, como também a necessidade de organizar o calendário das Eleições/2020, a fim de permitir que os policiais votem em trânsito, conforme prevê a legislação eleitoral, evitando-se prejuízos ao exercício do direito políticos dos policiais”, frisou.

ASPOL/PB - 18/06/2020