ASPOLPB - NOTA DE APOIO AO PROTESTO NACIONAL, DIA 28/04/2017

ASPOLPB - NOTA DE APOIO AO PROTESTO NACIONAL, DIA 28/04/2017
A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba - ASPOL/PB vem a público declarar o total
 
apoio à manifestação no próximo dia 28 de abril, cujo contexto nacional é de paralisação de todos
 
os serviços e segmentos da sociedade contra reformas trabalhista e previdenciária que apontam
 
para aniquilar direitos.
 
Os policiais civis da Paraíba, assim como toda a população, sofrem com os pacotes do Governo
 
Federal que precarizam o serviço público, inclusive com cortes de verbas para os Estados. A
 
ASPOL/PB é contra qualquer atitude que venha oprimir os trabalhadores e, portanto, oficiamos a
 
Delegacia Geral informando sobre nosso apoio ao movimento e sugerindo mudança do expediente
 
para regime de plantão, a fim de que os policiais possam também participar do movimento.
 
O objetivo é manter o atendimento nas unidades policiais de modo diferenciado, para que não haja
 
qualquer prejuízo para a população, ao mesmo tempo em que se mantém um alinhamento nacional.
 
Entretanto, a Delegacia Geral até o momento não se manifestou oficialmente sobre como será o
 
serviço na próxima sexta, 28, dia do protesto.
 
Mesmo assim, a ASPOL/PB juntamente com várias outras entidades das esferas Federal, Estadual e
 
Municipal também aderiu ao protesto e MANTÉM O APOIO À PARALISAÇÃO NACIONAL.
 
O DIREITO DE PARTICIPAR E PROTESTAR (LIBERDADE DE EXPRESSÃO) É GARANTIA
 
CONSTITUCIONAL, não sendo lícita qualquer impedimento a tal, desde que obedecidas as
 
formalidades de comunicação prévia, independentemente da categoria ou esfera do servidor público.
 
A fim de assegurar o respeito a tais garantias, a assessoria jurídica da ASPOL/PB estará a postos.
 
Como até o momento não foi oficialmente decretado o regime de trabalho, a ASPOL recomenda que
 
os ASSOCIADOS ORGANIZEM-SE DE MODO A MANTER 30% DO ATENDIMENTO, PORQUE
 
NÃO VAMOS DEIXAR A POPULAÇÃO DESASSISTIDA e não vamos de protestar junto com toda
 
uma nação.A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba - ASPOL/PB vem a público declarar o total

A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba - ASPOL/PB vem a público declarar o total apoio à manifestação no próximo dia 28 de abril, cujo contexto nacional é de paralisação de todos os serviços e segmentos da sociedade contra reformas trabalhista e previdenciária que apontam para aniquilar direitos.

Os policiais civis da Paraíba, assim como toda a população, sofrem com os pacotes do Governo Federal que precarizam o serviço público, inclusive com cortes de verbas para os Estados. A ASPOL/PB é contra qualquer atitude que venha oprimir os trabalhadores e, portanto, oficiamos a Delegacia Geral informando sobre nosso apoio ao movimento e sugerindo mudança do expediente para regime de plantão, a fim de que os policiais possam também participar do movimento.

O objetivo é manter o atendimento nas unidades policiais de modo diferenciado, para que não haja qualquer prejuízo para a população, ao mesmo tempo em que se mantém um alinhamento nacional.

Entretanto, a Delegacia Geral até o momento não se manifestou oficialmente sobre como será o serviço na próxima sexta, 28, dia do protesto.

Mesmo assim, a ASPOL/PB juntamente com várias outras entidades das esferas Federal, Estadual e Municipal também aderiu ao protesto e MANTÉM O APOIO À PARALISAÇÃO NACIONAL.

O DIREITO DE PARTICIPAR E PROTESTAR (LIBERDADE DE EXPRESSÃO) É GARANTIA CONSTITUCIONAL, não sendo lícita qualquer impedimento a tal, desde que obedecidas as formalidades de comunicação prévia, independentemente da categoria ou esfera do servidor público. A fim de assegurar o respeito a tais garantias, a assessoria jurídica da ASPOL/PB estará a postos.

Como até o momento não foi oficialmente decretado o regime de trabalho, a ASPOL recomenda que os ASSOCIADOS ORGANIZEM-SE DE MODO A MANTER 30% DO ATENDIMENTO, PORQUE NÃO VAMOS DEIXAR A POPULAÇÃO DESASSISTIDA e não vamos de protestar junto com toda uma nação.

Suana Melo
Presidente da ASPOL

#NenhumDireitoAMenos
#aspolpb #representacaodeverdade
#BrasilEmGreve