ASPOL comemora promoção "post mortem" do investigador Marcos Vinicius

ASPOL comemora promoção "post mortem" do investigador Marcos Vinicius

A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba – ASPOL/PB comemora a conquista da promoção “post mortem” do investigador criminal Marcos Vinicius Paulo de Souza, assassinado por criminosos durante a execução de prisão de indivíduos ligados ao crime, na região de Campina Grande, em outubro de 2015. 

Esse benefício, que ainda não é uma conquista real e de direito dos policiais civis, faz parte da luta da ASPOL/PB para o reconhecimento e valorização dos investigadores. Por isso é proposta da Aspol para a Lei orgânica que essa ascensão ocorra automaticamente.

Desde o falecimento do investigador Marcos Vinicius, a ASPOL/PB não desistiu desse pleito e enviou vários ofícios destacando a importância moral e financeira da ascensão para o policial nessa situação. Na terça-feira (28), o Diário Oficial trouxe a promoção do policial civil da 3ª para a 2ª classe, uma forma de respeito e homenagem à memória de Marcos Vinicius. Um ato de reconhecimento e valorização para quem morreu em combate.

A presidente da ASPOL, Suana Melo, parabeniza a atitude de reconhecimento concedida através da ascensão funcional pós morte do policial Marcos Vinícius. “Isso é fruto do trabalho da associação voltado à valorização do policial civil. Todos sabemos como é danosa a perda de um profissional  tão dedicado, e a morte tão precoce de alguém que deu a vida para garantir segurança para as pessoas, é algo muito triste. Com a morte do policial, a família sofre com perdas salariais em torno de 40% do salário e esse gesto concedido a Marcus Vinícius é muito justo”, disse Suana.