Investigador criminal é destaque no Congresso Nacional da IAB e terá trabalho publicado em e-book

21/09/2017 16:54

A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba – ASPOL/PB parabeniza o investigador criminal, Wagner da Silva Torres, pelo destaque do trabalho apresentado no Congresso Nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros - IAB, realizado em João Pessoa, entre os dias de 31 de agosto a 2 de setembro.

Wagner, que é bacharel em Economia e graduando em Direito, apresentou o artigo “Vítimas fatais por arma de fogo após o Estatuto do Desarmamento” e recebeu nota 9.0, que o credencia para integrar o e-book com os melhores trabalhos do evento, que será publicado até o fim do ano. O artigo tem como co-autor o professor Doutor Marcus Setally Azevedo Macena.

O investigador, Wagner da Silva Torres, explicou que o trabalho é um estudo de vítimas fatais por arma de fogo que engloba homicídios, suicídios, acidentes e causas indeterminadas. “Além disso, apresenta dados a nível nacional que mostram uma diminuição da taxa de aceleração por vítimas de armas de fogo, pós Estatuto do Desarmamento, com um aumento dos números absolutos de crimes. Isso destaca que o Estatuto tem dado efeitos, mas ainda não chegou a um resultado esperado”, disse Wagner.

“É um problema atual, que a população tem que debater e entender o que vem acontecendo. Pra mim, foi importante trazer essa discussão no Congresso Nacional da IAB, mesmo sabendo que não é fácil a solução do problema, mas que pode chegar a um resultado final através de um trabalho educacional”, completou

“A ASPOL/PB se orgulha do colega investigador, que tanto faz pela sociedade na resolução de crimes, e busca debater temas relevantes na academia, como forma de ampliar o conhecimento na área e vislumbrar formas de discutir esses problemas para trazer resultados objetivos, que é o que toda a sociedade espera”, destacou a presidente da ASPOL/PB, Suana Melo.